top of page
  • Foto do escritorMari Pereira

“I COME TO BRAZIL” - Ruel celebra o meme com show emocionante recheado de hits

Créditos: Ayumi Ranzini @ayumikranzini | OnStage @onstage666


Já não é de hoje que o termo “Come to Brazil” é um dos que mais aparece nas redes sociais de artistas internacionais, e com Ruel não foi diferente



Na entrevista coletiva na sede da Sony Music, um dia antes de sua estreia em solo brasileiro, o garoto de 20 anos – naturalizado australiano, mas nascido em Isleworth, Reino Unido – contou que já no início de sua carreira via as letrinhas nos comentários de seus posts e até duvidava se aquilo era real; “Será verdade? Devo mesmo ir?”. A dúvida era real e ele veio mesmo!


Créditos: Ruel via Instagram Stories


O clamor dos fãs foi atendido na última sexta-feira, 25 de agosto, no Cine Joia em São Paulo. Entre eles estava Mu Bispo, fã assumido do cantor e que já tinha ingresso comprado para o show quando recebeu o convite para ser o ato de abertura da segunda etapa da turnê latino-americana de Ruel, iniciada em 23 de agosto em Santiago, Chile.  


O artista independente ganhou fama participando do The Voice Brasil em 2018 e de lá pra cá não parou de investir na carreira. Com uma alegria contagiante e talento de sobra, Mu iniciou seu show com um belíssimo solo de guitarra - para o delírio dos fãs de John Mayer - e entre suas músicas autorais, como “Prometo” e “Não Me Chame Pelo Nome”, trouxe covers perfeitos de Harry Styles, Shawn Mendes e One Direction, dando ao público a vibe necessária para curtir o ato principal.  


Créditos: Ayumi Ranzini @ayumikranzini | OnStage @onstage666


Chega então a hora mais aguardada da noite. Ruel entrou no palco com poucos minutos de atraso, trazendo um show memorável para sua única apresentação no país. Entre as músicas do setlist, houve hits do álbum de estreia 4th Wall, que dá nome à tour, além de sucessos dos EPs anteriores. 



A abertura ficou por conta de “Go On Without Me”, recebida com gritos de alegria em meio à balões verdes e amarelos distribuídos pelo fandom - mostrando já de cara porque o público brasileiro é um dos mais empolgados e queridos mundialmente. A apresentação alternou momentos de extrema energia, com “Growing Up Is ____” e “You Against Yoursef”, e alguns mais intimistas e instrospectivos, com Ruel arrasando nos falsetes em “Face to Face” - acompanhado apenas de alguns acordes na guitarra – e em “Hard Sometimes” - dessa vez com o músico no teclado.


Créditos: Ayumi Ranzini @ayumikranzini | OnStage @onstage666


Entre os momentos marcantes, destaca-se a performance surpresa com Any Gabrielly - aclamada por sua passagem no grupo Now United e agora em carreira solo – na música “Sitting In Traffic”. Nem uma pequena falha ao ligar o mic da cantora fizeram a performance perder seu charme. Outro momento especial foi a penetra “Free time”, que não estava planejada no set e foi solicitada inúmeras vezes pelos fãs. 



Além do apoio dos músicos Walsh (guitarrista) e Sisa (baterista), Ruel contou com efeitos visuais incríveis para trazer a ambientação perfeita para o show. Contextualizados nos filmes “Clube da Luta” e “O Show de Truman”, as animações do telão nos transportaram para cenas clássicas diversas vezes. Na coletiva, Ruel nos contou que sente que na sua geração há muita inspiração nos anos 90, seja através da moda, da música e do cinema. A dica dos filmes foi feita por sua mãe, que acabou inspirando muito na concepção dos efeitos visuais para o álbum e até na composição de algumas músicas. 



Chegando ao final do show, Ruel sobe ao palco vestindo o presente que ganhou dos fãs – uma camiseta do time brasileiro de futebol – e trazendo um presente seu para seus fãs: um vídeo gravado naquele mesmo dia na porta do Cine Joia, com a galera na fila. 


Créditos: Ayumi Ranzini @ayumikranzini | OnStage @onstage666


A apresentação se encerra com excelentes performances de “Painkiller” e “I Don’t Wanna Be Like You”, além do belíssimo aviso de que 4th Wall será relançado como versão Deluxe muito em breve. Agora é só esperar; novas músicas e quem sabe, novas datas para mais shows no Brasil? Ruel, come to Brazil (again). 






Comments


bottom of page