top of page
  • Foto do escritorDavi Rocha

O homem dos sonhos: uma reflexão ácida sobre a fama



Em sua mais recente produção, estrelada por Nicolas Cage, a renomada A24 apresenta uma premissa intrigante: e se todas as pessoas do mundo começassem a sonhar com o mesmo indivíduo? Ou qual seria sua reação se, um dia, todos à sua volta, de repente, estivessem sonhando com você? Essa é a premissa de "O Homem dos Sonhos" (Dream Scenario), que se desdobra em uma narrativa não só bem construída como cativante. Sob a direção cuidadosa de Kristoffer Borgli, o longa navega de forma orgânica entre os momentos de humor ácido e terror, mergulha nas complexidades da cultura contemporânea do cancelamento.


Conforme a trama se desenvolve, acompanhamos Paul Matthews, interpretado por Cage, tentando lidar não só com as repercussões - tanto positivas quanto negativas - desse fenômeno em seu entorno e em suas relações interpessoais como também com as oscilações desses eventos. As aparições da figura de Paul nos sonhos, inesperadamente, passam de um observador neutro para um perseguidor brutal e violento. Logo, a incapacidade do protagonista em controlar os eventos dentro dos sonhos e como as pessoas reagem é utilizada para criar uma angústia na audiência, sobrepondo as cenas de gore, como o fator terror.



Nicolas Cage entrega um ótimo desempenho, em conjunto com o bom elenco. Sua presença na tela, dado todo o histórico de sua carreira, adiciona uma camada de metalinguagem à narrativa. Desse modo, permite traçar um paralelo entre ator e personagem, reforçando a crítica à fama e notoriedade na sociedade moderna. Além disso, a cinematografia e a representação visual tanto dos sonhos quanto da realidade contribuem para a atmosfera única do filme, aprofundando o espectador ainda mais naquele universo.


Ao abordar temas como responsabilidade pessoal, redenção e a natureza da fama, "O Homem dos Sonhos" transcende sua premissa inicial para se tornar uma ótima e divertida reflexão sobre a condição de um indivíduo em destaque momentâneo em meio aos tempos de redes sociais. Com uma mistura inteligente de elementos narrativos, o filme oferece uma excelente história das ramificações sociais e psicológicas de um evento. Em suma, é uma obra que não apenas entretém, mas também provoca reflexões que se estendem após seu término.

Kommentare


bottom of page